Igreja de São Paulo

Construída no séc. XVII, pertenceu ao antigo Convento de São Paulo, já desaparecido. Com a extinção das ordens religiosas, em 1834, a Igreja foi entregue à Confraria de Nossa Senhora da Ajuda, cuja imagem podemos ver num nicho da fachada. É um bom exemplo da chamada arquitectura chã, utilizando o formulário maneirista em volumes planos (chãos), apenas sugeridos pelas formas decorativas.

A fachada é marcada pelo nártex, uma galeria interior que antecede a entrada no espaço sagrado, e pelas pilastras que separam os vários registos. Para além da imagem da padroeira, Nossa Senhora da Ajuda, podemos ainda ver um medalhão alusivo a São Paulo.

No interior, de uma nave, destaca-se o trabalho em talha dos retábulos da capela mor, das duas capelas do transepto e de quatro altares laterais no corpo da igreja. A igreja guarda um bom núcleo de pintura e imagens dos séculos XVI, XVII e XVIII, proveniente de várias igrejas de Tavira e que foram o pretexto, nunca concretizado, de aqui instalar um museu de arte sacra. De reparar ainda no pavimento do séc. XVII, cujo desenho é constituído por ladrilhos vermelhos cruzados com losetas de origem espanhola (pequenos quadrados de barro pintado). Embora seja um padrão característico da época, encontramos em Portugal poucos exemplos em tão bom estado como este.


Fotografia: www.panoramio.com

Coordenadas: 37.128049,-7.649854