Castelo de Aljezur

Foi a génese da povoação de Aljezur no período islâmico, embora tenham sido descobertos vestígios arqueológicos que fazem remontar à Idade do Bronze a ocupação do cabeço, havendo evidências de uma ocupação contínua até à Idade Moderna.

Edificado em alvenaria de pedra, o recinto fortificado tem uma planta poligonal adaptada ao terreno. Adossados à muralha, foram edificados um torreão semicircular, a norte, e uma torre quadrangular, a sul. No interior há uma cisterna e as ruínas de um conjunto de habitações que estiveram em uso no período medieval cristão.

O Castelo de Aljezur integrava o sistema defensivo de Silves nos séculos XII e XIII, passando com a reconquista cristã para a posse da Ordem Militar de Santiago da Espada e sendo integrado no território português. Foi perdendo a sua importância estratégica e no século XVI já se encontrava abandonado. As muralhas foram parcialmente reconstruídas nos anos 40 do século XX.


Fotografia: www.cm-aljezur.pt

Coordenadas: 37.316171,-8.805007